• i-PSI

Depressão como sintoma

Atualizado: 17 de Out de 2019

Depressão é apenas uma tristeza? Estar triste é a mesma coisa que sofrer de depressão? Como muitas pessoas se perguntam se “depressão” seria apenas um modismo para aludir a um estado de humor que acontece normalmente na vida das pessoas, é muito importante conseguirmos identificar a diferença entre depressão – uma condição que vem se transformando numa importante questão de saúde pública em todo o mundo - e tristeza.


A tristeza normalmente decorre de perturbações e contrariedades que passamos em algum período curto de nossas vidas, provenientes de causas relativamente fáceis de identificarmos, sem que tenhamos sintomas muito severos e sentimento mais profundos que interfiram demasiadamente em nossa rotina diária.

A tristeza profunda pode ser desencadeada por algum fato como a perda de um ente querido, o término de um relacionamento importante, demissão, descoberta de uma doença, entre outros, e se ela não for tratada adequadamente poderá se tornar em uma depressão.


A depressão, apesar dos quadros variarem de duração e intensidade, provocam uma tristeza profunda durante um período de tempo mais prolongado, causando um forte desinteresse em realizar as atividades diárias, baixa autoestima, insônia, fadiga, falta de energia ou agitação demasiada, perturbação do sono, mudança de apetite, sentimento de culpa, dificuldade em se concentrar, alteração da libido, podendo até ocorrer pensamentos suicidas.


A depressão pode surgir em qualquer fase da vida, desde a infância, adolescência, maturidade e velhice - mesmo que em um primeiro momento as causas não sejam aparentes ou fáceis de identificar - e pode estar associada à herança genética, aspectos da personalidade, fatores hormonais e ambientais.


Acredita-se que seja uma condição multifatorial, sendo necessária uma investigação profunda no histórico da pessoa, a fim de identificar as causas que a tornaram uma pessoa depressiva.


O tratamento da depressão, ao contrário do que muitos pensam, não é necessariamente uma rotina que acompanhará a pessoa durante toda a sua vida. Se ela for diagnosticada precocemente, e acompanhada com terapia adequada que ajude o paciente a buscar a causa, ressignificá-la, e entender como lidar com as situações que está enfrentando, muitas vezes os sintomas da depressão desaparecem de seu dia a dia, podendo inclusive dispensar o uso de remédios, neste caso a critério de um médico psiquiatra.


Procurar sempre o acolhimento de profissionais capacitados para melhorar sua qualidade de vida é algo que pode fazer muita diferença. Não há motivo para permanecer sofrendo em silêncio e em vão.

Depressão não é fraqueza, por isso é importante observarmos nossos sentimentos e os sentimentos das pessoas que convivem conosco, sem rótulos ou julgamentos.


Lisa Louzinha


#psicanalise #saudemental #psique #panico #freud #terapia #autoconhecimento #lacan #depressao #lisalouzinha

43 visualizações