• i-PSI

De Blake aos mangás de Urasawa, um mergulho no imaginário pop


Os feriados de fim de ano oferecem uma excelente oportunidade para incrementar ainda mais a vida cultural, entrar em contato com uma diversidade de manifestações artísticas e abastecer a mente com novos olhares, visões de mundo.


Além de filmes e peças em cartaz, prá não falar dos livros, vale a pena também ficar de olho nas exposições que acontecem em cada cidade.


Um exemplo disso é a nossa dica desta semana, para quem estiver em São Paulo, na região da avenida Paulista. Na verdade, não se trata de uma única dica, já que basta atravessar a rua para visitar duas exposições internacionais gratuitas.


A primeira delas pode ser conferida na Japan House: "Isto é Mangá - a arte de Naoki Urasawa" apresenta um passeio pela obra do premiado artista nascido em Tóquio, em 1960.


O público pode conhecer melhor o universo dos mangás, o modo como as estórias são desenvolvidas e admirar a expressividade dos desenhos e a densidade dos enredos, permeados de (auto)questionamentos, como "Monster" e "Master Keaton reMaster".


Na mostra, são apresentadas sete coleções em português ("Pluto", "20th Century Boys", "Billy Bat", "Mujirushi" e "Yawara!", além das já citadas), em capítulos inteiros, e cerca de 600 ilustrações.


Antes, porém, de conhecer ou reencontrar a arte de Urasawa, que pode ser vista no segundo andar da Japan House São Paulo, é interessante contemplar no piso térreo a instalação "Linha Interna", de Chiharu Shiota, nascida em Osaka e radicada em Berlim, e cujos trabalhos são tema de uma outra exposição, retrospectiva, no Centro Cultural Banco do Brasil, também em São Paulo.


Em "Linha Interna", instalação inédita criada a partir de uma visita a São Paulo, Shiota parte de uma lenda japonesa, que relata que os recém-nascidos recebem um fio vermelho amarrado a um de seus dedos, simbolizando a extensão dos vasos sanguíneos, para daí refletir sobre as conexões humanas desenvolvidas ao longo da vida. A instalação utiliza em torno de 10 mil fios suspensos verticalmente.


Em frente à Japan House, a Casa das Rosas apresenta "William Blake: portas da inaginação", mostra dedicada ao poeta, ilustrador, tipógrafo e gravador inglês do século XVIII, que veio a se tornar um grande influenciador da cultura pop.


Uma chance imperdível para conhecer detalhes de sua vida, de sua técnica de impressão que tanto intrigou os pesquisadores e também de uma obra que ecoou no movimento "beat", no surrealismo e no universo do rock.


• "Isto é Mangá - A Arte de Naoki Urasawa" /

• "Linha Interna" ("Internal Line")

Japan House: Av Paulista, 52. São Paulo – SP.

De terça a sábado, das 10hs às 20hs.

Domingos e feriados das 10hs às 18hs - até 5 de janeiro e 2 de fevereiro, respectivamente.


• "William Blake: portas da imaginação"

Casa das Rosas: Av. Paulista, 37. São Paulo-SP

De terça a sábado, das 10hs às 20hs.

Domingos, das 10hs às 18hs- até 12 de janeiro.


Jéssica Kuhn


#williamblake #blake #mangá #culturapop #naokiurasawa #urasawa #i-psipresente #chiharushiota #shiota #linhainterna

4 visualizações