• i-PSI

A Síndrome de Superioridade Ilusória no mundo empresarial


Você já se deparou com pessoas que, com frequência, querem opinar, sugerir e tomar decisões sem conhecimento da causa, desconsiderando as opiniões de pessoas qualificadas sobre o tema, na própria equipe?


Triste, não é mesmo? Principalmente se esta pessoa tem um cargo de liderança e toma decisões de forma equivocada, que impactam pessoas e toda a organização!


Para David Dunning e Justin Kruger, dois psicólogos da Universidade Cornell, de Nova York, este comportamento reflete um distúrbio cognitivo, que eles batizaram como “Efeito Dunning-Kruger”.


”Eu sei como lidar com isso”


Segundo eles, a mente cria teorias para justificar a falta de conhecimento, e não para ser percebido ou não sofrer, fazendo com que a pessoa acredite de verdade que domina o tema mais que qualquer especialista.


É aquele profissional que entra na empresa e se depara com um desafio com o qual nunca lidou. Ele acha que está pronto para tomar decisões complexas, assume responsabilidades sem estar preparado e não pede ajuda. Não reconhece as próprias incompetências e não consegue reconhecer a competência e experiência dos outros.


Infelizmente encontramos muitas pessoas nesta situação ocupando cargos de altíssimo nível.


Desafios também evoluem


A experiência traz desafios que a teoria muitas vezes não consegue simular. Possuir um título de uma universidade reconhecida, seja ela nacional ou estrangeira, não configura nenhuma garantia de conhecimento.


Inspiremo-nos em filósofos como Sócrates: “Só sei que nada sei”. Ter a abertura para aceitar outras visões nos aproxima da busca profunda do saber e da vontade de aprender cada vez mais, nos levando a melhores resultados, apreciação do conhecimento das pessoas ao nosso redor e uma sociedade mais evoluída em todos os sentidos.


Buscar uma ajuda de um profissional pode fortalecer a auto confiança e superar esta síndrome.


Tornando a convivência mais leve


Caso você conviva com este “sabe-tudo”, procure:



• Não confrontar, se a batalha não valer a pena. Diga por exemplo: “ Não sabia desta informação, vou pesquisar, obrigado!”.


• Estar preparado para apresentar dados, fatos, documentos que corroborem o seu conhecimento


• Perguntar a ele se há evidências sobre o que ele afirma.


• Buscar uma oportunidade para conversar em privado, com bastante tato ao abordar o tema, mostrando o quanto ele é importante para a empresa e o quanto a contribuição do time seria saudável para atingir as metas da empresa e alcançar o tão desejado sucesso!


Estas providências simples podem ajudar a melhorar o ambiente de trabalho e, em consequência, os resultados de toda a equipe!


Sandra Vaz


#psicanalise #saudemental #psique #panico #freud #terapia #autoconhecimento #lacan #luto #superioridade #sindrome #sandravaz #i-psi

8 visualizações